Quarta, 20 de Outubro de 2021
34°

Pancada de chuva

Açailândia - MA

Brasil Saúde

"A covid apenas encurtou a vida das pessoas", diz Bolsonaro

"Muitas tinham alguma comorbidade, então a covid apenas encurtou a vida delas por alguns dias ou algumas semanas", afirmou

24/09/2021 às 07h33
Por: Redação Fonte: Terra
Compartilhe:
Brasil
Brasil

O presidente Jair Bolsonaro resgatou, em entrevista a ativistas de extrema-direita alemães no início deste mês, algumas de suas piores falas sobre a pandemia de covid-19, repetindo que há uma supernotificação de mortes no país e que a maior parte dos óbitos aconteceu em pessoas com comorbidades, que apenas tiveram suas vidas encurtadas em alguns dias ou semanas.

A entrevista de pouco mais de uma hora foi concedida no dia 8 de setembro a Markus Haintz e Vicky Richter, do movimento negacionista Querdenken, ligado à extrema-direita da Alemanha. A entrevista não foi colocada na agenda do presidente e nem noticiada nas mídias sociais de Bolsonaro ou do governo. Na última segunda-feira, foi publicada nas redes sociais dos ativistas.

Ao tratar da covid-19 com os dois entrevistadores --que divulgam teorias antivacinas e contra medidas sanitárias em seus canais na internet--, Bolsonaro alegou que os números de mortes por covid-19 no Brasil foram inflacionados e acusou hospitais de colocarem as pessoas na UTI por que ganhariam mais dinheiro.

"Uma pessoa na UTI por covid custa 2 mil reais por dia. Uma pessoa numa UTI com outras doenças custa 1 mil reais. Então quando uma pessoa mais humilde vai no hospital ela é levada para a UTI porque os hospitais vão ganhar mais dinheiro, então tem uma supernotificação. Isso aconteceu. O número de mortes no Brasil foi superdimensionado", afirmou Bolsonaro.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias