Quarta, 20 de Outubro de 2021
34°

Pancada de chuva

Açailândia - MA

Brasil Brasil

Trem de Passageiros da Vale volta a ser suspenso entre PA e MA como medida de conter nova cepa da covid-19

Trem de Passageiros da Vale volta a ser suspenso entre PA e MA como medida de conter nova cepa da covid-19

08/07/2021 às 09h20 Atualizada em 08/07/2021 às 09h29
Por: Redação Fonte: g1
Compartilhe:
Brasil
Brasil

Vale, que opera o Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC), suspende a circulação a partir desta segunda-feira, 24, a pedido do Governo do Pará.

A pedido do Governo do Pará, a empresa Vale suspende, a partir desta segunda-feira (24), a circulação do Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Carajás (EFC), que percorre 15 pontos de parada entre os estados o Maranhão e Pará. A suspensão não afeta o transporte de minérios. A nova cepa indiana da Covid-19, já registrada no estado do Maranhão, motivou a adoção de novas medidas restritivas no Pará, afim de monitorar a entrada de passageiros no estado e evitar a proliferação da variante.

O pedido pela suspensão do serviço foi formalizado pelo Governo do Estado em ofício neste domingo (23), após a notificação de dois casos suspeitos da variante indiana do coronavírus, no município paraense de Primavera, distante 459,6 km de São Luís, onde já há casos confirmados na nova cepa detectada em tripulantes de embarcação que ancorou na capital maranhense.

A ferrovia operada pela Vale oferece o transporte de passageiros diariamente, além de transportar minérios entre os estados. Antes da pandemia, por mês, eram mais de 29 mil viajantes atendidos. No entanto, como medida sanitária para conter a contaminação por Covid-19, o trem de passageiros passou a operar com metade da capacidade. Segundo a Vale, os passageiros que tiverem suas viagens canceladas poderão solicitar o reembolso do bilhete, sem custo adicional ou aguardar o retorno do trem para remarcar no prazo de um ano da data de emissão. Para mais informações, a Vale disponibiliza o Alô Ferrovias, pelo número 0800 285 7000.

Em nota, a mineradora destaca ainda que está em contato com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), órgão federal responsável por regular e fiscalizar a concessão ferroviária.

G1/PA

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias